Busque Felicidade

Hoje eu acordei pensando que ia ser diferente, infelizmente eu estava errada.

Tati Bernardi.  (via s-obrenos)

Me vê uma rodada de vida boa, com uma porção extra de amor, uma boa dose de amizades verdadeiras, e boas músicas para acompanhar.E se tiver dinheiro aí, pode incluir no pedido.

Caio Fernando de Abreu.   (via s-obrenos)

Em uma madrugada fria você é o que eu quero pra dormir de conchinha e fazer planos até o dia clarear.

Para alguém que talvez nunca irá ler.  (via s-obrenos)

Não briguei mais por você, porque ter você seria muito menos do que ter você. Não te liguei mais, porque ouvir sua voz nunca mais será como ouvir a sua voz. Não te escrevo porque nada mais tem o tamanho do que eu quero dizer. Nenhum sentimento chega perto do sentimento. Nenhum ódio ou saudade ou desespero é do tamanho do que eu sinto e que não tem nome. Não sei o nome porque isso que eu sinto agora chegou antes de eu saber o que é. Acabou antes do verbo. Ficou tudo no passado antes de ser qualquer coisa.

Tati Bernardi.   (via s-obrenos)

Eu sei que está doendo. Mas não se preocupe, vai passar. Deita aqui no meu peito. Quero que doa em mim também. Aceita a dividir sua dor comigo? Digo, a sua vida comigo?

Restos de um naufrágio.   (via s-obrenos)

Acima de tudo, mais que felicidade, desejo a todos força. Porque felicidade a gente pode ter hoje, mas a certeza de que amanhã também teremos não. Essa ideia de felicidade vem do berço, vem da pergunta feita à mãe: O que você mais deseja a seu filho? Indiscutivelmente, que ele seja feliz. Mas eu, mais que feliz, quero ser forte. Forte para enfrentar os dias de felicidades, e os nem tão felizes assim.

Alugue Felicidade.   (via s-obrenos)

Pensei na palavra desajustado um momento. Talvez fosse a melhor descrição de mim mesma que eu já tivesse ouvido. Onde foi que um dia eu me encaixei?

A Hospedeira.   (via s-obrenos)

Tenho lá minhas melancolias, minhas músicas bregas, meus choros inexplicáveis, meu humor que anda de gangorra, meus momentos de surto e solidão. Porque sou humana. E isso explica tudo.

Clarissa Corrêa.   (via s-obrenos)